"Cristãos na teoria nem sempre são
discípulos na prática"



segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Nossas Atitudes e Intenções

Rm 8.26 Também o Espírito, semelhantemente, nos assiste em nossa fraqueza; porque não sabemos orar como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós sobremaneira, com gemidos inexprimíveis.
Rm 8.27 E aquele que sonda os corações sabe qual é a mente do Espírito, porque segundo a vontade de Deus é que ele intercede pelos santos.
Rm 8.28 Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.
Precisamos ter profundidade na palavra, pois é a palavra movida pelo Espirito Santo que convence. E esta palavra precisa mexer com a gente. Tirar toda a nossa estabilidade natural que o mundo possa nos influenciar, por isso, precisamos confiar na palavra. Precisamos ter uma expectativa naquilo que Deus vai fazer este ano em nossas vidas. O texto de Romanos 8.19 diz assim: A ardente expectativa da criação aguarda a revelação dos filhos de Deus. Precisamos por atenção nesta palavra: ardente expectativa que no grego é ajpokaradokiva / apokaradokia = grande expectativa, tem um sentido de alguém que coloca todo o seu esforço para observar algo que ira acontecer. Por isso, precisamos colocar todas as nossas forças naquilo que Deus quer fazer em nós e através de nós neste ano. Temos ouvido muitas profecias para 2012, inclusive que o mundo ira acabar. E é importante que o mundo acabe mesmo em nossas vidas. Que possamos entrar em um novo tempo com Deus, uma nova entrega, dedicação. Leitura da palavra e oração. Quando tocamos em suas vestes recebemos virtude. Como então tocar nas vestes de Jesus em nossos dias? Na passagem da mulher que toca nas vestes de Jesus, podemos entender que hoje ao orarmos tocamos no coração de Jesus, cada vez que levantamos nossas mentes e orações ao Senhor recebemos virtude. Acerca deste novo tempo em nossas vidas, Deus quer nos tratar em duas áreas básicas:
1.     Intenção
2.     Atitudes
Como vemos na leitura do texto de Rm 8.27 nos mostra claramente a intenção de Deus para nós.  Às vezes não compreendemos os caminhos e direções que Deus tem para nós, mas precisamos saber qual é a intenção de Deus para nossa vida (Jeremias 29.11-13 que diz: "Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o SENHOR; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais. Então me invocareis, e ireis, e orareis a mim, e eu vos ouvirei. E buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes com todo o vosso coração").  São pensamentos de bem não de mal. Este texto nos leva a confiar nas intenções do Senhor por nós. Posso não compreender seus caminhos, mas descanso em sua intenção por nós. Nos mostra a intenção, caminhos e decisões que Ele tem para nós. Por que precisamos entender qual é a intenção de Deus para nós, Ele tem caminhos de paz, de graça, de amor para se concretizar em nossas vidas. Este texto nos leva a confiar nas intenções do Senhor ainda que não entendêssemos os caminhos que Ele nos conduz. Ele nunca se afasta de nós. Ele nos ama até o fim.
Deus trata de nossas intenções.  O que pretendemos atingir em nossa caminhada com Deus, quais são os nossos planos e intenções na vida como discípulo?  A intenção fala por que eu faço as coisas e a atitude de como eu faço as coisas. E é exatamente isso que tem que ser colocado na luz do Senhor: As minhas intenções! Essas duas áreas precisam ser muito bem trabalhada em nossas vidas. Você pode ter uma intenção correta, mas a atitude errada. Precisamos entender e colocar em prática uma vida de atitude e intenções corretas diante de Deus. Deus trabalha muito serio nessas duas áreas em nossa vida.
A intenção fala por que eu faço as coisas e a atitude diz como eu faço as coisas.
Deixa eu tentar explicar isso: Você pode pedir para sua filha varrer a sala, ela pode varrer a sala esperando que a sala fique limpa, porque a sala precisa ficar limpa Isso fala de intenção. Ou ela pode varrer a sala esperando uma gratificação e varrer com má vontade, isso fala de atitude, porque ela pode varrer muito bem, mas dizer: se eu pudesse estaria fazendo outra coisa. Por isso estas duas áreas precisam ser muito bem trabalhadas em nossas vidas, porque podemos ter uma intenção boa e uma atitude errada. Você pode ter uma atitude boa e uma intenção errada.
Intenções e Atitudes corretas:
1.     Atitude de disponibilidade
A expressão eis-me aqui, não existe outra palavra que fale tão claramente o sentido desta palavra. Não pode ser uma vida de comodidade, mas uma vida de renuncia e entrega. Estar sempre disponível para a obra. É estar disponível.
2.     Atitude de dedicação
A palavra dedicação é a mesma que consagração. A algumas versões que traz a palavra esmero. Dedicação fala de gasto, não podemos ser econômicos na obra do Senhor (Rm 12.7-8, consagração, esforço). Paulo usa a figura da ama que cuida dos filhos de seus senhores, e ela cuida profissionalmente. A atitude dela é esta, uma atitude profissional, mas quando ela pega seus próprios filhos a atitude é diferente a intensão é outra. Por que a intenção de cuidar dos filhos dos outros é ganhar dinheiro, mas a intenção de cuidar dos filhos é se gastar é se dedicar. 1ª Ts 2.7 antes, fomos brandos entre vós, como a ama que cria seus filhos.
3.     Atitude de trabalho
Servo não é alguém que enfeita o ambiente. A característica do servo é trabalho. Somos servos e o servo não busca reconhecimento. Mas, trabalho. Executar a tarefa a qual foi escolhido. Jesus disse: meu Pai trabalha até hoje. A obra na qual Deus nos tem chamado não é uma fonte para nossas realizações pessoais ou projetos existenciais. A nossa intenção tem que ser agradar o Senhor e não nos realizar.
Concluindo, é preciso que nosso coração e nossa mente sejam completamente renovados. É necessário que a nova natureza, criada por Deus, que é parecida com a Sua própria natureza se revele em nós e que se mostra na vida verdadeira, a qual é correta e dedicada a Ele.