"Cristãos na teoria nem sempre são
discípulos na prática"



domingo, 1 de julho de 2012

Jesus Esperança dos Povos

Jesus é a única esperança para o mundo alienado em que vivemos. Os homens são verdadeiros escravos. Cometem toda classe de desobediência e às vezes até com um comportamento agressivo, semelhante ao dos irracionais. A obra de missões é dirigida a um mundo infeliz, razão pela qual não podemos perder tempo. Deus tem nos chamado como servos para cumprir uma missão possível, junto a homens e mulheres que espiritualmente estão vivendo uma vida desintegrada pelo pecado. 
Quando lemos que todos os povos vão por no Senhor a sua esperança, somos levados a pensar:
·         Que estamos fazendo como igrejas de Cristo diante de tão grande desafio?
·         Qual tem sido a nossa principal prioridade?
Parece que para alguns missões não consta na Bíblia. Não tem consciência de que missões deve ser obra prioritária da igreja. Estão preocupados em comprar equipamentos de som, tapetes e cortinas.
Olhar para dentro, quando também é urgente olhar para fora, lançar o olhar um pouco mais além, sentir o clamor dos que estão esperando a ação dos agentes da reconciliação. Sabemos que a obra missionária é uma obra de amor. Amor aos que estão se perdendo. Pedidos de socorro nos chegam da África, da Ásia, também da Europa, das Américas. Há muitas pessoas esperando para ter um encontro com o Messias. São os não alcançados. Meus irmãos, necessitamos ser mais ousados e usados pelo Senhor. Sabemos que os súditos do reino das trevas estão mais ativos que nunca. Portanto, precisamos ser melhores cooperadores, dedicando nossas vidas no altar, intercedendo e doando recursos para a obra missionária. Somente assim poderemos com maior eficiência dar continuidade à tarefa evangelizadora dos povos que estão além das nossas fronteiras.