"Cristãos na teoria nem sempre são
discípulos na prática"



terça-feira, 12 de julho de 2011

Andar em sabedoria

Efésios 5.15 “Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, e sim como sábios, 5.16 remindo o tempo, porque os dias são maus. 5.17 Por esta razão, não vos torneis insensatos, mas procurai compreender qual a vontade do Senhor.”
“Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, e sim como sábios...” Esta palavra indica que somos espiritualmente iluminados, para nos tornarmos sábios, dotados de conhecimento. O uso adequado da luz permite que o olho veja com mais exatidão. Portanto uma vez que a luz de Cristo esta em nós, podemos ver claramente como devemos andar.
Recebemos sabedoria (Ef 1.8) e sendo assim podemos orar pelo espírito de sabedoria (Ef 1.17) por isso precisamos demonstrar a sabedoria de Deus em nossas vidas (Ef 3.10). Viver em retidão é prova de sabedoria. Paulo apresenta varias razões para andarmos de forma sábia:
1. A vida é curta (remindo o tempo... vs.16a);
2. Os dias são maus (... porque os dias são maus. Vs.16b);
3. Deus nos deu uma mente (Por esta razão, não vos torneis insensatos... vs.17a);
4. Deus tem um plano para nossas vidas (mas procurai compreender qual a vontade do Senhor. Vs.17b).
Os versos 15 a 17 definem o andar da sabedoria em dois pontos: 1. Andar em sabedoria nos ajuda há aproveitar as oportunidades e 2. Andar em sabedoria nos capacita a discernir a vontade de Deus para nós.
1. Andar em sabedoria nos ajuda há aproveitar as oportunidades
5.16 "remindo o tempo, porque os dias são maus."
A tradução mais correta para este versículo é: “usando bem cada oportunidade, porquanto os dias são maus.” E aqui neste texto tem o sentido de tirar o maior proveito do tempo. Kairos: tempo de oportunidade (momento certo, ocasião oportuna). E não chronos: Um período de tempo (uma duração). Paulo é bem pratico no seu ensino. Andar em sabedoria diz respeito ao uso adequado do tempo, e não apenas o espaço do tempo que cada dia contem, mas sim, o tempo apropriado, as oportunidades que Deus tem preparado para nós. A algumas semanas ouvi uma noticia que me deixou pensativo: 
Aumenta número de casamentos depois do terremoto no Japão
A tragédia que atingiu o Japão teve uma conseqüência inusitada: aumentou o número de casamentos. Pelo jeito, diante de tragédias, as pessoas decidem agir. Elas se dão conta de que a vida é curta e, para ser feliz, não se pode perder tempo. Um rapaz acha que as pessoas sozinhas ficam mais carentes quando passam por uma tragédia. Um casal disse que vai se casar em breve, mas diz que a data já estava marcada. Outro casal, já casado, disse que os dois enfrentaram o terremoto juntos e isso fez com que eles valorizassem mais a relação e a família. Historiadores dizem que as grandes tragédias naturais que atingem o Japão sempre provocam profundas mudanças sociais. Para um país com uma das menores taxas de natalidade do mundo, com a população encolhendo e envelhecendo, só há um remédio: o amor.
Podemos definir também a expressão remir o tempo como aproveitar o tempo. Como cristãos temos que usar o tempo (Como usar nosso dinheiro, nossas capacidades, nosso conhecimento, nossa mente...) em nosso favor, o tempo não é nosso inimigo. Satanás tenta tirar proveito deste mundo tão corrido que vivemos, e assim, podemos cometer o erro de usar o tempo de maneira a não aproveitar as oportunidades que nos aparecem. A característica de nossos dias é gastar mais e mais tempo sem ter nenhum benefício para as coisas celestiais.
2. Andar em sabedoria nos capacita a discernir a vontade de Deus para nós.
“Confie no SENHOR de todo o coração e não se apóie na sua própria inteligência. Lembre de Deus em tudo o que fizer, e ele lhe mostrará o caminho certo. Não fique pensando que você é sábio; tema o SENHOR e não faça nada que seja errado. Pois isso será como um bom remédio para curar as suas feridas e aliviar os seus sofrimentos.” (Pv 3.5-8).
Nada é mais importante na vida do que descobrir e praticar a vontade de Deus. A coisa mais importante na vida do cristão é estar no centro da vontade de Deus. A pressão que temos passado nesses dias nos leva a correr o risco de sairmos da luz de Cristo e andarmos na insensatez de confiar em nossos próprios meios e entendimento. Precisamos voltar a uma busca sincera a vontade de Deus para nós a cada dia como Paulo diz no verso 10 provando o que é agradável ao Senhor. O Senhor nos tem capacitado com dons e sabedoria para conhecermos, compreendermos e ai então, fazermos a vontade de Deus como prioridade em nosso dia a dia.
Nestes dias em que vivemos somos tentados a tomar decisões rapidamente, e assim não buscamos conselho e confiamos tão somente em nossos sentimentos e circunstâncias que nos envolvem.
PROVÉRBIOS 4.20-27 diz assim: "Filho, preste atenção no que eu digo. Escute as minhas palavras. Nunca deixe que elas se afastem de você. Lembre delas e ame-as. Elas darão vida longa e saúde a quem entendê-las. Tenha cuidado com o que você pensa, pois a sua vida é dirigida pelos seus pensamentos. Nunca fale mentiras, nem diga palavras perversas. Olhe firme para a frente, com toda a confiança; não abaixe a cabeça, envergonhado. Pense bem no que você vai fazer, e todos os seus planos darão certo. Evite o mal e caminhe sempre em frente; não se desvie nem um só passo do caminho certo."
Concluindo, temos vivido dias onde a sabedoria de Deus tem sido pouco utilizada pelos cristãos. O mundo e suas vãs filosofias tem tido uma primazia na vida dos discípulos, por isso precisamos ter a graça de buscar nas palavras do salmista inspiração para nosso dia a dia: "Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o coração, porque dele procedem as fontes da vida." (Pv 4.23).