"Cristãos na teoria nem sempre são
discípulos na prática"



sábado, 25 de agosto de 2012

O perigo na janela!

No livro de Atos vemos um milagre na vida de um jovem que me intriga. O texto está no capitulo 20.7-12. O apostolo Paulo acabara de chegar a Trôade e era um domingo. Os crentes se reuniram no cenáculo, uma sala num andar de cima da casa, para ouvi-lo, antes de sua partida para Jerusalém. Naquela noite Paulo os exortou e prolongou sua mensagem até a meia noite. Certo jovem, de nome Êutico, estava sentado na janela e tendo adormecido profundamente, caiu do terceiro andar e veio a falecer. Paulo, ao saber, imediatamente desceu a seu encontro e inclinando-se sobre o jovem morto, trouxe-lhe de volta a vida. Então subiu de novo ao cenáculo, celebrou a ceia do Senhor e continuou sua mensagem até o romper do dia. Amados, este episódio tem me ensinado algumas lições, e gostaria de compartilhar com vocês alguns pontos:
A janela é um lugar que oferece muitas distrações.
      A janela é um lugar onde as pessoas que estão dentro olham para fora e quem está fora dá uma espiadinha para dentro. Ficar na janela é estar dentro, mas observando o que se passa lá fora. Ficar na janela é ter a atenção dividida e o coração distraído por muitas coisas.  Êutico era um jovem cristão. Ele não abriu mão de estar reunido com os irmãos. Queria ouvir Paulo, mas, se sentou na janela. A janela parecia um lugar arejado e colorido que lhe oferecia muitas distrações, mas não era um lugar seguro. A janela foi o palco de sua queda. O principio de sua morte!
A janela é um lugar que divide o coração
      Êutico estava no cenáculo, mas seus olhos também se voltaram para o mundo. Em seu entendimento tinha escolhido um lugar privilegiado para se sentar, pois dali onde estava podia ver e ouvir Paulo. Mas sua escolha trazia também um perigo, pois ficava o tempo todo olhando pela janela. A janela roubava-lhe a atenção, distraia-lhe o coração e esfriava seu apetite pelas coisas de Deus. Por isso, sem perceber, foi perdendo o interesse pela palavra e não conseguia participar da unção que permeava naquele ambiente, a ponto de o sono o derrubar da janela. Êutico caiu da janela porque não estava totalmente focado no que acontecia na reunião. Enquanto os outros se deleitavam na ministração da palavra, Êutico foi vencido pela distração e caiu.
A janela é um lugar de quedas perigosas
      Quem cai de uma janela, cai para fora, não para dentro. Êutico caiu do terceiro andar e morreu. Sua queda foi uma tragédia. Se não fosse o milagre operado por Paulo, os dias de Êutico teria se encerrado precocemente. Literalmente a janela não é um bom lugar para ficarmos, pois ela nos afasta do ambiente de devoção. A Bíblia relata outras tristes passagens, sobre ficar na janela. O livro de 2 Samuel narra um triste acontecimento, envolvendo Davi e Mical. Mical critica Davi da forma como ele adorava ao Senhor. E este desagradável fato nos adverte para termos o cuidado para não cultivarmos um Espírito critico. Mical estando na janela desprezou seu marido (2 Samuel 6.16). Algo que me deixa pensativo neste ocorrido entre Davi e Mical é que ela escolheu ficar de fora do ambiente de adoração e no momento em que Davi distribui benção entre o povo ela não estava ao seu lado. Depois deste fato Mical nunca mais teve filhos (2 Samuel 6.23). Davi também viu uma janela aberta e uma mulher se banhando. Aquela janela aberta colocou Davi em uma terrível prisão de adultério e assassinato (2 Samuel 11). 
      As janelas hoje são mais coloridas e atraentes. As janelas hoje são mais numerosas e espaçosas. Encontramos hoje janelas por todos os lados. O mundo virtual escancara suas janelas sedutoras diante de olhares divididos na vida de muitos cristãos. Precisamos fazer uma escolha, não podemos ficar com o coração dividido. O discípulo de Cristo não pode ter um pé na igreja e outro no mundo. Não podemos ser amigos do mundo e ao mesmo tempo amigos de Deus (1 João 2.15 -  Não ameis o mundo nem as coisas que há no mundo. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele;). 
      Concluindo, a janela é um lugar para ser abandonado. Quando Êutico caiu da janela, Paulo não gastou o resto da noite acusando os pais do moço nem responsabilizando a congregação pela tragédia. Ele desceu, trouxe a vida ao jovem e continuou a mensagem. Algo importante aqui é entendermos nossa posição em Cristo e não criarmos janelas que nos distraiam em nossa caminhada cristã. Ficar na janela é correr riscos, é distrair o coração com as coisas do mundo. 
      Sendo assim vale o lembrete: Sai da janela!!!!