"Cristãos na teoria nem sempre são
discípulos na prática"



terça-feira, 21 de outubro de 2014

Qual é o impacto de um milagre em sua vida?

“...o que temos feito com os resultados do milagre em nossas vidas? (João 6.12).
João destaca aqui, no milagre da multiplicação a ampla provisão de Deus (Jeremias 31.14 diz: “o Meu povo será saciado pela minha bondade.”). Mas, existe um detalhe aqui: Embora o Senhor tenha muito para suprir as nossas necessidades, Ele não deixara que nada seja desperdiçado. A Bíblia nos ensina sobre a alegria indizível e cheia de glória. Essa alegria é mais do que ver um pedido realizado, um sentimento que alimentamos ou fruto de circunstâncias favoráveis. Esta alegria não vem de nós mesmos e nem dos outros. É uma alegria que vem do alto, ela é gerada por Deus. É ação do Espírito Santo em nós (ela é o resultado da plenitude do Espírito Santo). 
1. Esta alegria tem origem divina
Não podemos produzir esta alegria na terra. Ela não é resultado de uma personalidade amável, de um temperamento dócil nem mesmo de circunstancias favoráveis. Nenhuma experiência vivida por nós, por mais intensa e arrebatadora, poderia ser classificada como uma alegria divina e cheia de gloria. Essa alegria tem uma origem celestial.
Deus é a fonte desta alegria. Só na presença d’Ele existe plenitude de alegria. Só na Sua presença é que vamos saciar nossa alma.
2. Esta alegria tem uma natureza sobrenatural
A Bíblia diz que a alegria faz parte do próprio conteúdo do evangelho, pois o evangelho é a boas novas de grande alegria. O reino de Deus que está dentro de nós é alegria no Espírito Santo. O fruto do Espírito é alegria e a ordem de Deus é alegrai-vos. Esta alegria que nasce em Deus e jorra para nossos corações, por intermédio do Espírito Santo, não é apenas um sentimento de bem estar nem apenas um momento de euforia que se esvai com o tempo. Não é como a alegria passageira que os aventureiros buscam em banquetes do pecado, pelo contrario, é uma alegria pura e santa, que asperge a alma com o balsamo da paz.
Deixa-me dizer algo aqui, esta alegria é um contentamento que domina nossa mente e coração mesmo em circunstancias sejam contrarias e desfavoráveis. É desta alegria que Pedro diz para os crentes da dispersão, que estavam sendo perseguidos pelo mundo e banidos e mortos.
3. Esta alegria tem um propósito glorioso
Quando desfrutamos da alegria de Deus, o próprio Deus é glorificado. O evangelho nos leva a viver e anunciar a gloria de Deus neste mundo tenebroso. Não há impacto mais poderoso no mundo do que um discípulo de Cristo que mesmo sendo torturado, cantar louvores na prisão. Não há argumento maior do que poder do evangelho na vida de um cristão afligido e ainda assim ter um brilho em sua face e cânticos de louvor em seus lábios. Não há evidencia maior acerca do poder de Deus quando um cristão, mesmo depois de enfrentar as perdas mais severas e ainda assim adorar a Deus.
Concluindo, o que temos feito com os resultados do milagre em nossas vidas? Do que temos enchidos os nossos cestos? Se o propósito do milagre é trazer a glória ao nome de Deus, seu resultado com certeza é transformar vidas aqui na terra. A alegria do povo de Deus é um testemunho tremendo acerca do poder transformador do evangelho em nossas vidas. Neste mundo que vivemos repletos de tantas más noticias, encharcado de tristeza, podemos experimentar a alegria celestial, que vem do céu. É um privilegio para os discípulos e uma evidencia da plenitude do Espírito Santo.