"Cristãos na teoria nem sempre são
discípulos na prática"



sexta-feira, 14 de junho de 2013

Mantendo-se firme, sem vacilar!

“Mas vós, amados, lembrai-vos das palavras que vos foram preditas pelos apóstolos de nosso Senhor Jesus Cristo; Os quais vos diziam que nos últimos tempos haveria escarnecedores que andariam segundo as suas ímpias concupiscências. Estes são os que a si mesmos se separam, sensuais, que não têm o Espírito. Mas vós, amados, edificando-vos a vós mesmos sobre a vossa santíssima fé, orando no Espírito Santo, Conservai-vos a vós mesmos no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo para a vida eterna.” (Judas 1.17-21).
Temos vivido dias onde tem se levantado pessoas anunciando uma graça barata. Um evangelho sem renuncia e sem arrependimento. Enfim, um evangelho sem cruz! Eles tem se infiltrado no meio do povo de Deus para provocar contenda, confusão e muitos naufrágios espirituais. Esses lobos disfarçados por ovelhas são como icebergs que provocam terríveis acidentes. Assim, são os falsos mestres. Quem embarca em seu ensino aparentemente seguro, faz uma viagem rumo ao desastre.
Judas nos adverte a estarmos atentos a essas pessoas, ele destaca verdades que precisa estar presente em nossa vida cristã de nossos dias. Relembre da palavra de Deus: “Mas vós, amados, lembrai-vos das palavras que vos foram preditas...” (vs 17). A palavra de Deus é o antídoto contra as heresias dos falsos mestres. Por isso amados precisamos atentar para esta questão:
1. Relembre quem deu a palavra: “Mas vós, amados, lembrai-vos das palavras que vos foram preditas pelos apóstolos de nosso Senhor Jesus Cristo...” As escrituras nos foram entregues pelos apóstolos. Os falsos mestres querem se colocar acima dos apóstolos de Jesus Cristo. Chamavam-se a si mesmo de apóstolos e diziam ter novas revelações de Deus. Ainda hoje, muitos falsos mestres, querem introduzir na igreja de Deus novos ensinamentos, contrários às verdades já reveladas nas escrituras. Devemos repudiar todo ensino que não esteja em sintonia com a palavra de Deus. Não podemos acrescentar nada a ela e nada podemos tirar.
2. Relembre o que eles nos ensinaram: Os quais vos diziam que nos últimos tempos haveria escarnecedores que andariam segundo as suas ímpias concupiscências.” (vs. 18). Os apóstolos já haviam alertado sobre o perigo dos falsos mestres e dos seus perigosos ensinos (1Tm 4.1; 1Jo 4.1 e 2Pe 2; 3.3). Essas pessoas andam se infiltrando ainda hoje nas igrejas, despejando seu veneno e pervertendo as Sagradas Escrituras. Escarnecer não é brincar e nem falar coisas engraçadas, mas um sério ataque contra Deus, Sua palavra e Seu povo. Os escarnecedores demonstram abertamente seu desprezo e descaso por Deus, seguindo seus próprios desejos ímpios. Rejeitam deliberadamente o juízo de Deus e escolhem um estilo de vida de pecado.
3. Relembre o que eles disseram: Estes são os que a si mesmos se separam, sensuais, que não têm o Espírito.” (vs. 19). Os falsos mestres desejam dividir o corpo de Cristo: “A Igreja” e levar os cristãos para fora da verdadeira comunhão dos santos. Eles enganam porque não têm o Espírito Santo. Os falsos mestres não buscam o ímpio, mas os cristãos para destruí-los. O propósito deles é criar confusão e divisões. Travestidos de pele de ovelhas, tentam entrar disfarçadamente no meio do rebanho, para devorar as ovelhas (Atos 20.29). Outras vezes, manifestam-se no meio do rebanho, saindo de igreja em igreja, arrastando ovelhas distraídas e as tornando suas reféns espirituais (Atos 20.30).  
Concluindo, edifique a sua vida cristã (vs 20-21). Judas começa e termina sua carta falando sobre a fé. Ele nos exorta a batalhar pela fé, uma vez que somos também edificados na fé. A nossa fé  tem conteúdo na palavra de Deus. Precisamos ser edificados na palavra de Deus. A palavra de Deus é o alicerce de nossas almas, é a bússola que nos guia em nossa viagem rumo à glória. A palavra de Deus é o mapa do peregrino rumo ao céu! Por isso amados, Mantenha-se firme, sem vacilar!